Need for Speed: Most Wanted

Need for Speed: Most Wanted Demo

Pise fundo no acelerador e fuja da polícia

Need for Speed: Most Wanted mistura num jogo só o melhor dos capítulos anteriores da saga. Corridas a toda velocidade, carros tunados e perseguições para fugir da policia. Ler descrição completa

PRÓS

  • Carros tunados
  • Velocidade e persguições
  • Agora, as corridas são durante o dia

CONTRAS

  • Sem contras

Essencial
10

Need for Speed: Most Wanted mistura num jogo só o melhor dos capítulos anteriores da saga. Corridas a toda velocidade, carros tunados e perseguições para fugir da policia.

Se você já era fã da série Need for Speed, com esta nova edição vai enlouquecer. Em Need for Speed: Most Wanted, você dirige carros de luxo poderosos enquanto pisa no acelerador para bater o recorde de velocidade ou evitar a policia.

A galera que curte carros tunados também vai gostar de Need for Speed: Most Wanted. O game permite personalizar seu veículo com dezenas de acessórios exclusivos.

Need for Speed: Most Wanted

Download

Need for Speed: Most Wanted Demo

— Opinião usuários — sobre Need for Speed: Most Wanted

  • gabrielalvesxavier

    por gabrielalvesxavier

    "curtam esse jogo :)"

    top de mais o jogo e d mais os carros e as pistas e muito locas. Mais.

    escrito em 28 de maio de 2016

  • "Colete seu Ouro!"

    legal porque fase muita misaõe tanbem tem jeito de ganhar muito dinheiroe ganha carro. Mais.

    escrito em 22 de outubro de 2015

  • "MUITO BOM"

    Muito bom, já joguei na casa do meu primo este jogo eh muito legal ainda mais com o modo perseguição. Mais.

    escrito em 30 de junho de 2015

  • eduardomiranda98528924

    por eduardomiranda98528924

    "gostei"

    muito legal irado é o melhor jogo de carro que eu já vi qual [é o próximo. Mais.

    escrito em 19 de maio de 2015

  • "Um jogo fenomenal. Muito melhor do que a nova versão de 2012."

    Um grande jogo, com um bom career mode: Tens de comprar o teu carro, tunnificar-lo e por upgrades, derrotar Boss's e fug... Mais.

    escrito em 17 de junho de 2014